segunda-feira, 27 de junho de 2011

Ibogaína - Sobre o tratamento

 
Olá pessoal, espero que hoje seja mais um dia de plena serenidade para todos!

De uma semana para cá, eu venho postando reportagens e matérias a respeito de um tratamento promissor feito com uma planta/raiz chamada Ibogaína (iboga), para quem ainda não leu, há vários posts falando sobre ela.

Bom, no post Ibogaína - Relato de quem já usou eu trouxe uma reportagem feita pela Gazeta do Povo com um dependente em recuperação, para resumir, ele fez o tratamento e isso me motivou a procurá-lo, a partir daí, iniciei uma jornada em busca de informações a respeito do tratamento.

Entrei em contato com a clínica da Dra. Cleuza Canan, ela me explicou como funciona o processo do tratamento, onde ele é dividido em três etapas, vou colocá-las aqui resumidamente:

A primeira é a que antecede ao tratamento com a Ibogaína, onde há avaliações clínicas, laboratoriais, psicológicas com sessões inclusive com a família. Esse preparo é feito para que o paciente aprenda a lidar com a abstinência;

A segunda é a aplicação do tratamento que é feito em forma de cápsulas;

E a terceira e a continuação do acompanhamento por um determinado tempo, em torno de uma semana inicialmente.

Falei também com o médico que faz a aplicação do tratamento, em conjunto com a Dra. Cleuza, as etapas são dividias entre os dois, o que posso dizer é que ele me apresentou informações, reportagens e estudos a respeito do tratamento, esse tratamento, embora não seja ainda muito divulgado, já vem sendo utilizado há mais de 50 anos, com ótimos resultados.

Ele sugeriu o blog www.banzzi.blogspot.com, esse mesmo blog já foi mencionado em alguns posts a respeito do tratamento.

Abaixo, um comentário feito pelo Diogo, rapaz que entrei em contato após saber que ele havia feito o tratamento:

"O tratamento expande a concepção do dependente que se vê diante da raiz dos seus problemas, dos motivos que o leva a se drogar, além de mostrar mais claramente a beleza de se estar vivo e tudo o que podemos fazer estando bem estando convictos de que somos seres plenos que não necessitamos de nenhuma substância para nos realizar"

Ele disse que não há uma forma lógica para descrever a experiência dele com a Ibogaína, é algo mais profundo, meio que espiritual, no sentido de que a vida dele foi divida entre antes o tratamento e o depois, ele conta que após a experiência a vida dele melhorou em todos os sentidos, psicológico, familiar, espiritual, profissional, social e existencial. 

Bom, pelo o que o médico me explicou, para que haja resultado, o paciente primeiramente passa por uma preparação psicológica adequada, antes do tratamento e depois por um acompanhamento para que ele possa saber lidar com a nova situação, que é a falta da fissura. 

Achei interessante postar isso, pois é a prova de que não é um milagre e sim um tratamento, uma vez que é necessário que o paciente esteja disposto a mudar e que isso é feito com a ajuda de profissionais, como psicólogos por exemplo.

Quem quiser entrar em contato com o médico responsável, peço que me mande um e-mail e na sequência eu respondo passando o e-mail dele, assim, falando direto com ele fica mais fácil que as dúvidas sejam sanadas.

E-mail: giulliangel@gmail.com ou livrovaleuapena@gmail.com

**********************************************************

20 comentários:

  1. Querida Giulli, obrigada pelas informações. Obrigada por gastar seu tempo e energia para trazer palavras de esperança, e quem sabe uma luz no fim do túnel para muitos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Querida Poly, eu é que agradeço, confesso que fui além, fui atrás de mais informações a partir do momento que você fez um comentário demonstrando tanta felicidade e interesse, foi isso que me motivou... eu tinha duas opções, fazer um post com as informações que consegui pela net ou ir atrás de mais inforamções, vc me motivou a ir atrás de mais informações, e com isso, obtivemos boas respostas não é mesmo? Quantas mais pessoas poderemos ao menos mostrar essa alternativa a partir do conhecimento que adiquirimos hj...
    Obrigada Poly, estou aqui na torcida!

    ResponderExcluir
  3. Olá, meu nome é Adriano tenho 16 anos, sou viciado em cocaina, ja fui internado em clinicas de recuperação por 3 vezes e sempre recaia após 1, ou 2 dias no termino da internação e encontrei a salvação da minha vida neste tratamento e algumas semanas atras eu tomei a IBOGAINA, na cidade de Paulinia no Instituto Brasileiro de Terapia Alternativa (IBTA), o tratamento realmente funciona e é uma cura para a dependencia quimica, a ibogaina elima pelo menos até 80% da sua dependencia quimica, e os outros 20% vai da boa vontade do paciente querer a recuperação ou não, durante o meu tratamento com ibogaina encontrei algumas pessoas que fizeram o tratamente em curitiba e disseram que é uma enganação que o tratamento de curitiba custa muito caro, e só toma o dinheiro e não adianta de nada, na verdade eles te dão apenas uma aplicação e dizem que seu problema está resolvido , isso não é verdade, no IBTA o tratamento é de 5 dias e você precisa estar no minimo a quatro dias limpo para fazer o tratamento, são 5 sessões que podem durar de 1 a 6 horas de acordo com os teste bio energeticos feitos pelo médico que acompanha o tratamento, bom para mim foi uma experiencia fora do comum, após a primeira aplicação ja perdi completamente a vontade de fumar, se algum de vocês estiverem interessados no tratamento pode procurar o ibta, http://www.ibtaina.com.br/ ou http://ibtasaude.blogspot.com.br/ nesses dois sites do instituto vocês poderam se informar melhor a respeito desse método de tratamento, o tratamento tem 80% de resultados positivos e os outros 20% voltaram ao uso, porque acharam que estavam curados pro vicio e poderiam usar drogas como recreação mais uma vez pensando em controlar, mas como nós somos Adictos ja temos a pré disposição a dependencia quimica, tomei 1.600 ml de ibogaina no quarto dia e digo a vocês que estou pasmo até agora e não consigo explicar certamente que viagem foi esta, mas que foi otimo para mim poder ver quem eu realmente estava sendo por dentro, o que estava fazendo e como estava agindo com pessoas que estão ao meu redor querendo me ajudar, o tratamento no ibta tem o valor de R$ 7,000 reais quem estiver interessado e quiser conversar comigo ou com algum familia, peço que entre em contato atravez do meu facebook " ADRIANO PAES LEME " pois estou interessado em ajudar as pessoas assim como um dia fui ajudado, bom até mais a todos os leitores qualquer duvida sabem onde me procurar, mande-me emails com duvidas adrianopaesleme.ibogaina@live.com , até mais !

    ResponderExcluir
  4. A clinica e o tratamento em Curitiba são muito sérios. Posso afirmar com toda certeza, pois meu marido é acompanhado por eles. Custa caro sim, e o preço é praticamente o mesmo que em outra clinica que tb o faz.

    ResponderExcluir
  5. Para fazer o tratamento com a ibogaína, não é necessário fazer
    internação. O tratamento é realizado em cinco sessões, com duração de
    uma a quatro horas cada sessão. O tratamento não oferece riscos, ou
    seja, a ibogaína utilizada no instituto se mostra 100% sem riscos.

    O tratamento completo tem a duração de um ano (12 meses) sendo continuado em casa.

    A ibogaína vai estimular a produção do hormônio GDNF promovendo a
    regeneração do tecido nervoso estimulando a criação de conexões
    neuronais, isso permite reparar áreas do cérebro associadas à
    dependência, assim as drogas deixam de estimular a liberação do
    neurotransmissor dopamina fazendo com que o usuário perca o prazer
    pelas drogas.

    O valor do tratamento é de R$ 7.000,00 (sete mil reais) podendo ser
    parcelado.

    Com 90% de chance de cura, a ibogaína é de fato o tratamento mais
    eficaz contra a dependência química que se tem noticia em toda a
    historia da humanidade.

    Saiba que as outras opções de tratamento são bastante ineficazes,
    considerando que apenas 10% dos dependentes conseguem se livrar do
    vício. Não se pode ignorar a suma importância que a ibogaína vem sendo
    para a cura da dependência química. Ela se faz muito importante para
    que se possa dar ao luxo de não dar à ibogaína a atenção que ela
    merece.

    "O verdadeiro espírito científico é uma honesta busca da realidade,
    por mais impalpável que ela pareça ao primeiro olhar”.
    www.ibtaibogaina.com.br
    18-37451125

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Dependência Química
    Buscar o prazer acima de tudo, essa é a grande questão – e o grande tormento – existente na vida dos dependentes químicos. Nas últimas décadas uma variedade de novas drogas têm surgido e vêm se disseminando entre crianças, jovens e até mesmo pessoas da terceira idade.
    No corpo humano, o principal responsável pelo efeito transtornador que a droga proporciona ao ser humano é o sistema de recompensa do cérebro – o mesmo que lhe dá prazer ao comer, beber, estar entre amigos ou fazer sexo.
    Ao consumir uma substância química como a maconha ou a cocaína, por exemplo, o cérebro acessa em poucos segundos esse sistema de recompensa, gerando sensações prazerosas junto de uma dependência cada vez maior. Com a mesma rapidez que a sensação de prazer aparece, ela vai embora, deixando a necessidade de consumo e sintomas de depressão e ansiedade.
    Quimicamente, as drogas se dividem em três categorias: Depressoras – álcool, soníferos, inalantes, entre outros; Estimulantes – cocaína, ecstasy e anfetaminas em geral e as Perturbadoras do sistema nervoso, comumente chamadas de psicodélicas – LSD, Maconha, etc.
    Atualmente é possível ver o reflexo dos dependências nessas substâncias em nossa sociedade, sendo mais perceptível as comunidades de dependentes de crack - substância estimulante e altamente viciante feita da cocaína. Os usuários de crack vivem nas ruas, consumindo freneticamente a droga, reduzindo cada vez mais o contato com a família e amigos. Muitos vivem nessas comunidades e praticam atividades ilícitas para sustentar a dependência.
    Os dependentes químicos são considerados hoje indivíduos com transtornos mentais, pela maneira com a qual as substâncias modificam as estruturas cerebrais e precisam de cuidados específicos para abandonar a dependência.
    Métodos terapêuticos e medicamentos desintoxicantes são muito utilizados como tratamento, mas combinados com ajuda psicológica e acompanhamento vitalício na manutenção da abstinência, caso do método utilizado na nossa clínica, a chance de sucesso e de estabilidade do dependente são enormes. Métodos dessa linha são utilizados na Clínica Cleuza Canan.

    ResponderExcluir
  8. OLA!
    BOA TARDE!!
    ME CHAMO CLAUDIA E TENHO UM FILHO SUPER INTELIGENTE, TRABALHA, MAS ULTIMAMENTE, SEU SALARIO ..SEM PALAVRAS...COMO SABES DESTE PROBLEMA Dra. CLEUSA CANAN, GOSTARIA DE SABER O PRECO E SE TEM POSSIBILIDADES D MEU FILHO FAZER ESTE TRATAMENTO JA Q MORAMOS NO RJ
    O DESESPERO COMO MAE ESTA TOMANDO CONTA..
    ME AJUDE A AJUDAR MEU FILHO
    POR FAVOR!!

    att
    CLAUDIA.

    ResponderExcluir
  9. http://banzzi.blogspot.com.br/2014/01/desmistificando-ibogaina.html

    (Desmistificando a ibogaina)

    O link acima é para um blog especializado em ibogaína, bem interessante

    ResponderExcluir
  10. Gente, o depoimento desse Adriano só pode ser falso. Ele diz que era viciado em cocaína, depois fala que a ibogaína tirou sua vontade de fumar...

    ResponderExcluir
  11. Peço que cada um reflita muito sobre o tratamento com a Ibogaína e com as promessas de cura e de seriedade.
    Meu irmão Evandro Praxedes se internou na Clínica Cleuza Canan dia 17/12/2013 para o tratamento com a ibogaína, dia 09/01/2014 ele cometeu suicídio dentro das instalações da Clínica Cleuza Canan e pelo que sabemos ele foi o segundo caso de suícidio registrado nessa a clínica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estive internado no Centro de Tratamento Cleuza Canan junto com Evandro e quero manifestar meu apoio aquela instituição que salvou minha vida.Minha familia me internou lá depois de muito sofrimento porque sou dependente químico e fiz tentativas de suícidio em casa, em outras clínicas e finalmente fiz o tratamento sugerido.Hoje sou uma pessoa cheia de esperança e com fé na vida.Continuo meu tratamento lá junto com meus colegas ,porque resgatamos com o programa e a espiritualidade o nosso amor próprio.O suícidio é uma impulsividade que ninguém consegue conter.O Evandro tentou o suícidio,mas foi atendido pela equipe da clínica e o serviço do Samu rapidamente e levado com vida para outro hospital onde faleceu 12 dias depois.Todos nós oramos juntos com o pastor por ele,tivemos o apoio da Dra.Cleuza e da equipe.Após o ocorrido os irmãos dele estiveram na clínica e conversando conosco e com a equipe agradeceram por todo esforço em ajudá-lo.Foi um momento emocionante pois fez que a gente parasse para pensar nas nossas atitudes e nas nossas famílias.AS

      Excluir
    2. essa conversa que não tem riscos está errada, pelo contrário, se a ibogaína for mal feita tem risco sim. Só faça tratamento desse tipo se tiver um acompanhamento médico especializado, o que não é o caso da clínica sugerida acima.

      http://banzzi.blogspot.com

      Excluir
  12. Cara Ceiça, meus sentimentos pela perda de seu irmão. Mas apenas para esclarecer, a bem da verdade, essa infelicidade aconteceu ANTES de ele tomar ibogaína, a ibogaína não tem nada a ver com isso, o problema é o atendimento nessa clínica. Por favor, vamos ter responsabilidade na divulgação das informações.Ibogaína é uma coisa, e Cleuza Canan é outra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem escreve acima é o Dr Bruno Rasmussem, que me vendeu ibogaina falsa e no outro dia comecei a usar droga e fica falando mal do tratamento dos outros, cara safado, fica dando ibogaina em uma maternidade em Santa Cruz do rio Pardo, não acreditem nesse médico.

      Excluir
  13. Meu nome é C. E, Tenho 20 anos, tive meu primeiro contato com álcool e drogas com 12 anos, no qual com 17 anos fazia uso diário e hoje sou um dependente em recuperação, tive a oportunidade de conhecer a ibogaina no qual facilitou a minha recuperação no meu tratamento. Tive um acompanhamento de 90 dias antes de tomar a primeira dose de ibogaina, Tive muitos pensamentos sobre minha vida, facilitando muito o discernimento do que estava certo e errado em minha vida e a cada pensamento que vinha eu me perguntava( como não pensei isso antes) é obvio, além da dependência química, desde a infância sofro de déficit de atenção com a ibogaina hoje consigo me concentrar e até ler livros inteiros, antes da ibogaina eu não compreendia a importância da leitura. Depois de um tempo tomei uma segunda dose no qual tive varias experiências positivas porem diferentes, não era os mesmos pensamentos da dose passada. Hoje consigo superar a cada dia com muita fé em deus, com o apoio de minha família que estavam ao meu lado a todo o momento e um tratamento realizado na clinica cleuza canan, agradeço a Dra. Agora continuo a ter pensamentos positivos e observando os momentos críticos e com muita facilidade de dizer não.

    ResponderExcluir
  14. O tratamento NAO FUNCIONA. Trata-se de uma grande enganação, sendo inclusive bastante perigosa, pois há pessoas que não voltaram à consciencia após o tratamento. CUIDADO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sonia, alguma vez vc já esteve em contato com um dependente, já vivenciou a luta da família e do próprio para se livar do vício ? Posso te dizer que onde há esperanças nós que amamos nos agarraremos a esse único fio, meu irmão está fazendo o tratamento e amanhã será o grande dia de regressão, o ultimo do tratamento terapêutico, e ele estava com medo, e ainda deixou claro que aceitaria de qualquer forma ir até o fim, pois agora é curar ou morrer. As pessoas deixam de lado a consciência antiga e não deixam de ser conscientes, é difícil muitas vezes as pessoas aceitarem, pois de alguma forma essas também estão doentes,e não aceitam a mudança de uma forma contraditória. O certo é a família se unir para em conjunto se curar atráves de terapia.

      Excluir
  15. MELHOR TRATAMENTO COM IBOGAÍNA!
    Liberte-se das Drogas e Renove sua vida.
    Saiba mais em:
    http://www.melhortratamentoibogaina.com.br

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...